Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Veja Essa: Hamilton Mourão, Arthur Lira e Elon Musk

As frases que marcaram a semana

Por Lizia Bydlowski Atualizado em 13 Maio 2022, 15h57 - Publicado em 13 Maio 2022, 06h00

“Péssimos, horrorosos. Estamos vendo onde erramos.”
HAMILTON MOURÃO, vice-presidente, reagindo aos dados que apontam recorde de desmatamento na Amazônia em abril. Bolsonaro, por sua vez, divulgou vídeo em inglês que diz que o Brasil é “um país extremamente preservado”

“Fui eleito com esse sistema em seis eleições e não posso dizer que ele não funciona.”
ARTHUR LIRA, presidente da Câmara dos Deputados afinado com o governo, tirando o corpo fora da cruzada bolsonarista contra as urnas eletrônicas

“Era tudo muito bonito. Até eu entender que era um inferno.”
LEONARDO (nome fictício), interno durante anos em uma unidade dos Arautos do Evangelho, associação de padres ultraconservadores sob investigação da Justiça por tortura e assédio a crianças

“É sem dúvida uma grande apreensão para o Cantão de Fribourg, uma extraordinária apreensão.”
MARC ANDREY, chefe de segurança da região da Suíça, comentando a descoberta de meia tonelada de cocaína em uma fábrica da Nespresso, acobertada em um carregamento de grãos de café embarcado no Brasil

“(O banimento) foi moralmente errado e simplesmente burro. (…) Alienou boa parte do país e não calou a voz de Donald Trump.”
ELON MUSK, provável novo dono do Twitter, confirmando que pretende suspender a proibição de uso da rede pelo ex-presidente

Continua após a publicidade

MARINA RUY BARBOSA
MARINA RUY BARBOSA – @marinaruybarbosa/Instagram

“Uns podem achar que quem não xinga ou não se manifesta é covarde. Não é medo de perder seguidores ou trabalho. O medo até existe, mas é um medo em relação à minha saúde mental.”
MARINA RUY BARBOSA, atriz, rebatendo as críticas de que não se posiciona politicamente

“A princesa não voltou sem recompensa.”
VOICI, revista de fofoca francesa, noticiando que Charlene, mulher do príncipe Albert de Mônaco e ausente do palácio há meses, reapareceu no mês passado em troca de um acordo para receber 12 milhões de euros por ano

“No primeiro dia, me obrigaram a tirar a roupa, agachar e tossir e me sujeitar a um exame ginecológico — tudo sob o olhar dos funcionários. Me explicaram que a situação, extremamente desconfortável, era para evitar contrabando. Só não entendi por que o exame foi repetido diversas vezes (…) e sempre no meio da noite.”
PARIS HILTON, socialite, em artigo em que detalha, pela primeira vez, o tratamento na clínica em que foi internada aos 16 anos com a falsa promessa de cura de déficit de atenção

“Muita mágica aconteceu na semana passada. Parece um livro de espionagem.”
MARIA ALYOKHINA, líder da banda feminista russa Pussy Riot, que, sob ameaça de prisão, fugiu da Rússia vestida de entregadora de aplicativo de comida

Publicado em VEJA de 18 de maio de 2022, edição nº 2789

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês