Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Veja como cada deputado votou na CCJ sobre denúncia contra Temer

Vitória do presidente foi menor que na análise da primeira denúncia da PGR na comissão. Cinco dos oito votos do PSDB foram contrários ao peemedebista

Por João Pedroso de Campos Atualizado em 18 out 2017, 21h25 - Publicado em 18 out 2017, 20h29
Placar da CCJ da Câmara, de 39 votos a favor e contra 26 contra o presidente Michel Temer, em Brasília Cleia Viana/Câmara dos Deputados

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou nesta quarta-feira, por 39 votos a 26, relatório contrário à denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer (PMDB) pelos crimes de organização criminosa e obstrução à Justiça. O texto, de autoria do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), segue agora à análise do plenário da Casa, que tem a palavra final sobre enviar ou não a acusação da PGR à análise do Supremo Tribunal Federal (STF). Para que a denúncia siga ao STF, 342 dos 513 deputados devem votar contra o relatório de Andrada.

Embora a CCJ tenha garantido uma diferença de 13 votos aos governistas, a vitória foi menor do que a obtida na comissão em julho, quando 41 deputados votaram favoravelmente ao relatório do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que deu parecer contrário à primeira denúncia da PGR contra Temer, pelo crime de corrupção passiva. No plenário, os aliados de Temer derrubaram a denúncia por 263 votos a 227.

  • Um dos fiadores do governo Temer e ocupante de quatro ministérios, o PSDB liberou seus deputados a votarem como quisessem na CCJ nesta quarta-feira. O partido e o PV foram os únicos aliados do peemedebista a não orientarem voto favorável ao relatório de Bonifácio de Andrada. Cinco deputados tucanos votaram contra o parecer e três, incluindo o próprio Andrada, a favor.

    O relator, a propósito, foi retirado da comissão pelo PSDB e só pôde permanecer na CCJ porque o PSC lhe cedeu uma vaga. Depois de Paulo Abi-Ackel ter sido autor do relatório contrário à primeira denúncia contra Michel Temer na Câmara, a cúpula do PSDB temia o desgaste político à sigla caso um novo parecer favorável ao presidente fosse assinado por um tucano, o que, de fato, aconteceu.

    Após a destituição de Tereza Cristina (MS) e da escolha de Júlio Delgado (MG) como novo líder do PSB na Câmara, o partido teve todos os seus quatro votos contrários ao relatório de Bonifácio de Andrada. Isso porque Delgado trocou dois dos deputados pessebistas na CCJ. Danilo Forte (CE) e Fábio Garcia (MT), ambos governistas, foram substituídos pelos deputados Danilo Cabral (PE) e Hugo Leal (RJ), que votaram contra Temer.

    Veja abaixo como votou cada deputado em relação ao relatório de Andrada:

    Favoráveis ao relatório (contrários à denúncia)

    Alceu Moreira (PMDB-RS)

    Antonio Bulhões (PRB-SP)

    Arthur Lira (PP-AL)

    Beto Mansur (PRB-SP)

    Bilac Pinto (PR-MG)

    Carlos Bezerra (PMDB-MT)

    Carlos Marun (PMDB-MS)

    Cleber Verde (PRB-MA)

    Cristiane Brasil (PTB-RJ)

    Daniel Vilela (PMDB-GO)

    Darcísio Perondi (PMDB-RS)

    Delegado Edson Moreira (PR-MG)

    Domingos Neto (PSD-CE)

    Edio Lopes (PR-RR)

    Edmar Arruda (PSD-PR)

    Evandro Gussi (PV-SP)

    Evandro Roman (PSD-PR)

    Fausto Pinato (PP-SP)

    Francisco Floriano (DEM-RJ)

    Genecias Noronha (SD-CE)

    Hildo Rocha (PMDB-MA)

    José Carlos Aleluia (DEM-BA)

    Juscelino Filho (DEM-MA)

    Luís Tibé (Avante-MG)

    Luiz Fernando (PP-MG)

    Magda Mofatto (PR-GO)

    Maia Filho (PP-PI)

    Marcelo Aro (PHS-MG)

    Milton Monti (PR-SP)

    Nelson Marquezelli (PTB-SP)

    Continua após a publicidade

    Osmar Serraglio (PMDB-PR)

    Paes Landim (PTB-PI)

    Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG)

    Paulo Maluf (PP-SP)

    Rogério Rosso (PSD-DF)

    Ronaldo Fonseca (Pros-DF)

    Thiago Peixoto (PSD-GO)

    Bonifácio de Andrada (PSDB-MG)

    Rodrigo de Castro (PSDB-MG)

     

    Contrários ao relatório (favoráveis à denúncia)

    Alessandro Molon (Rede-RJ)

    Betinho Gomes (PSDB-PE)

    Chico Alencar (PSOL-RJ)

    Danilo Cabral (PSB-PE)

    Fábio Sousa (PSDB-GO)

    Félix Mendonça Jr. (PDT-BA)

    Hugo Leal (PSB-RJ)

    João Gualberto (PSDB-BA)

    José Mentor (PT-SP)

    Júlio Delgado (PSB-MG)

    Luiz Couto (PT-PB)

    Marco Maia (PT-RS)

    Marcos Rogério (DEM-RO)

    Maria do Rosário (PT-RS)

    Patrus Ananias (PT-MG)

    Paulo Teixeira (PT-SP)

    Rocha (PSDB-AC)

    Rubens Bueno (PPS-PR)

    Sérgio Zveiter (PODE-RJ)

    Silvio Torres (PSDB-SP)

    Valmir Prascidelli (PT-SP)

    Wadih Damous (PT-RJ)

    Daniel Almeida (PCdoB-BA)

    Gonzaga Patriota (PSB-PE)

    Major Olímpio (SD-SP)

    Pompeo de Mattos (PDT-RS)

    Continua após a publicidade
    Publicidade