Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Valério e sócios têm 10 dias para pagar multa de R$ 11 mi

Marcos Valério, Ramon Rollerbach e Cristiano Paz tiveram os valores das multas impostas pelo Supremo corrigidos para 10,9 milhões de reais

Apontados como integrantes do núcleo operacional do esquema do mensalão e responsáveis por viabilizar a movimentação de recursos da trama criminosa, o empresário Marcos Valério de Souza e seus ex-sócios, Ramon Rollerbach e Cristiano Paz, precisam depositar em juízo 10,9 milhões de reais até o próximo dia 20. Os valores se referem às multas impostas aos três pelo Supremo Tribunal Federal (STF) durante o julgamento do mensalão.

A Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal recalculou o valor das multas, atualizando as cifras. Com isso, a pena pecuniária de Valério, originalmente prevista em 3 milhões de reais, passou para 4,4 milhões de reais. Além da multa, o operador do mensalão foi condenado a mais de 40 anos de cadeia e aguarda transferência para o presídio Nelson Hungria, em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte (MG).

Cristiano Paz, que tinha recebido multa de aproximadamente 2,5 milhões de reais, passa a ser obrigado a pagar 2,6 milhões de reais, enquanto Hollerbach teve multa reajustada de 2,79 milhões de reais para 3,9 milhões de reais.

A Vara de Execuções Penais também já calculou as multas a serem pagas pelo ex-presidente do PT José Genoino e pelo ex-deputado Valdemar Costa Neto (PT-SP), ambos condenados com outros 23 no julgamento do mensalão. No caso de Costa Neto, a multa passou de 1,08 milhão de reais para 1,6 milhão de reais.

Vaquinha – Enquanto Marcos Valério tem, segundo seus advogados, condição de pagar a multa imposta pela Justiça, a situação de Genoino é diferente. Familiares do ex-presidente do PT lançaram nesta quinta-feira um site para que sejam arrecadados recursos que ajudem o petista a pagar a multa de 667.513,92 reais. Genoino declarou à Justiça Eleitoral ter patrimônio de pouco mais de 170.000 reais.

Caso os mensaleiros não paguem as multas, eles terão seus nomes inscritos na dívida ativa da União. É possível que os condenados peçam o parcelamento dos valores.

Veja as setenças e multas aplicadas a cada mensaleiro