Clique e assine a partir de 9,90/mês

Vaccari e Duque ficam em silêncio em interrogatório do petrolão

Por Da Redação - 17 jul 2015, 18h02

O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque permaneceram em silêncio nesta sexta-feira em interrogatório na Justiça Federal de Curitiba (PR). Os dois se recusaram a responder a perguntas que seriam formuladas pelo juiz Sergio Moro. Ambos são réus por crimes como corrupção e lavagem de dinheiro e foram apontados por delatores da Lava Jato como destinatários das propinas pagas por empreiteiros em contratos fraudados na Petrobras. Também permaneceu em silêncio nesta sexta o operador Mário Goes, acusado de ser o intermediador da cobrança de dinheiro sujo junto a empresas. A exemplo de outra audiência com o juiz Moro, Goes voltou a chorar antes de ser questionado pelo magistrado sobre processos do petrolão.(Laryssa Borges, de Brasília)

Publicidade