Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

TSE suspende decisão que deixava Paes inelegível por 8 anos

Decisão inclui também o deputado Pedro Paulo, dono da campanha investigada de 2016; ex-prefeito aparece em segundo lugar em pesquisa para o Governo

Por Estadão Conteúdo 12 Maio 2018, 10h01

O ministro Jorge Mussi, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), concedeu uma liminar para suspender uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) que deixava inelegíveis por oito anos o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM) e o deputado Pedro Paulo (DEM-RJ).

Em dezembro do ano passado, por 4 votos a 3, o TRE-RJ declarou os dois inelegíveis pela prática de abuso de poder econômico e político na campanha de Pedro Paulo à Prefeitura do Rio de Janeiro em 2016. A liminar de Mussi suspendeu a decisão do TRE-RJ até o julgamento de mérito da questão pelo TSE.

Em uma avaliação preliminar, Mussi afirmou que a imposição de inelegibilidade no caso parece “descabida à primeira vista”.

Pesquisa

Nesta sexta-feira, foi divulgado o mais recente levantamento sobre a disputa eleitoral para o Rio de Janeiro, promovido pelo instituto Paraná Pesquisas. Entre os entrevistados, o senador Romário (Podemos) apareceu em primeiro lugar, no cenário considerado mais provável pela empresa, com 24,3% das intenções de voto.

Paes viria em segundo, com 13,5%, em empate técnico com o ex-governador Anthony Garotinho (PRP), que registrou 11,2%. O deputado Indio da Costa (DEM), o técnico de vôlei Bernardinho (Novo) e o deputado Miro Teixeira (Rede) viriam na sequência, com 8,2, 6,3 e 5,9%, respectivamente.

No bloco seguinte, aparecem o ex-ministro Celso Amorim (PT), com 3,4%, o vereador Tarcísio Motta (PSOL), com 3,0%, o ex-juiz Wilson Witzel (PSC), com 2,9%. Por fim, o antropólogo Rubem César Fernandes (PPS) aparece com 0,9%.

As pesquisas do instituto Paraná Pesquisas para o Governo do Rio de Janeiro e o Senado foram realizadas em 44 municípios do Estado do Rio, entre os dias 4 e 09 de maio de 2018, entrevistando um total de 1.850 eleitores. O nível de confiança é de 95,0% e a margem de erro é de 2,5% para mais ou para menos.

A contratante registrada junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tendo como contratante a Casa Brasil Empreendimentos Culturais e Editoriais Ltda. e como identificação a sequência RJ-09134/2018.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)