Clique e assine a partir de 9,90/mês

TSE registra troca de 912 urnas e 17 prisões por propaganda eleitoral

Número de urnas com defeito representa 0,17% do total

Por Agência Brasil - Atualizado em 28 out 2018, 11h46 - Publicado em 28 out 2018, 11h35

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que foram registradas 912 substituições de urnas eletrônicas que apresentaram defeito em todo o país até as 10h deste domingo, dia do segundo turno das eleições de 2018. A Justiça Eleitoral também registrou 17 prisões por propaganda eleitoral, que é proibida no dia da votação.

Segundo o tribunal, o número de aparelhos com defeito representa 0,17% do total de 454.400 urnas utilizadas no pleito deste ano. Até o momento, não foram registrados locais com votação manual.

As prisões por propaganda eleitoral foram registradas no Ceará, Distrito Federal, Pará, na Paraíba, em Pernambuco, no Paraná, em Santa Catarina e São Paulo.

Neste segundo turno, os eleitores de 13 estados e do Distrito Federal vão às urnas para escolher os governadores e vices e o futuro presidente da República. Nos outros 13 estados, as eleições para o governo estadual foram definidas no primeiro turno, e os eleitores vão votar somente para presidente.

Continua após a publicidade

 

Publicidade