Clique e assine a partir de 9,90/mês

TSE determina permanência de governadora do RN

Justiça Eleitoral havia determinado o afastamento de Rosalba Ciarlini, acusada de usar um avião do governo para favorecer sua candidata no pleito municipal

Por Da Redação - 12 dez 2013, 23h40

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), concedeu uma liminar garantindo à governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM), o direito de permanecer no cargo. Uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Estado havia cassado o mandato de Rosalba por irregularidades na eleição municipal de 2012 e determinado a sua inelegibilidade por oito anos.

Ao atender o pedido da defesa da governadora, a ministra Laurita Vaz afirmou que era necessária uma decisão rápida porque o TRE-RN determinara que o vice fosse empossado no cargo em um prazo de 24 horas. Em seu despacho, Vaz ressaltou que os fatos narrados na ação que levou a Justiça Eleitoral a cassar o mandato de Rosalba não dizem respeito às eleições de 2010, quando ela foi eleita, mas ao pleito municipal de 2012.

Afastamento – Na última terça, o TRE do Rio Grande do Norte havia determinado o afastamento da governadora por uso da máquina pública em campanha eleitoral. O caso analisado ocorreu nas eleições municipais do ano passado. Segundo o Ministério Público, Rosalba utilizou um avião do governo para fazer ao menos 56 viagens a Mossoró (RN), com o objetivo de favorecer a prefeita Cláudia Regina (DEM), candidata à reeleição.

O governo do Rio Grande do Norte é o único comandado pelo DEM, mas Rosalba, com elevada taxa de rejeição, vinha buscando uma aproximação com a presidente Dilma Rousseff.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade