Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

TSE dá 3 dias para ministro explicar investigação contra institutos

Corregedor-geral afirma que pedido de apuração foi feito para satisfazer a vontade eleitoral do presidente da República

Por Da Redação
Atualizado em 15 out 2022, 13h55 - Publicado em 15 out 2022, 13h36

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deu três dias para que o ministro da Justiça, Anderson Torres, e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) expliquem as investigações contra institutos de pesquisa. A decisão é do Corregedor-Geral da Justiça Eleitoral, Benedito Gonçalves, e foi publicada neste sábado, 15.

Nesta semana, Torres pediu a abertura de inquérito administrativo e policial para que sejam apuradas supostas irregularidades nas pesquisas eleitorais. O ministro da Justiça argumenta que haveria colusão entre os institutos com o intuito de manipular o mercado e os eleitores. As investigações foram suspensas pelo presidente do TSE, Alexandre de Moraes, na última quinta-feira 13.

O corregedor argumenta que não há base legal para investigar os institutos e afirma que Torres e o Cade se basearam “unicamente em presunções relacionadas à desconformidade dos resultados das urnas com o desempenho de candidatos retratados nas pesquisas.” Gonçalves diz ainda que o pedido de abertura de inquérito foi feito para “satisfazer a vontade eleitoral” manifestada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição.

“Os elementos são suficientes para concluir pela existência de indícios de que o documento não se presta à obtenção de resultado jurídico útil à proteção da concorrência, mas, sim, como apontado pelo TSE, à possível instrumentalização da autarquia federal para fins eleitorais”, declarou.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.