Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Temer não é apresentado na abertura da Rio-2016

Presidente interino foi alvo de protestos ao longo do dia no Rio de Janeiro

O nome do presidente interino Michel Temer não foi anunciado na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro. Quebrando o protocolo da festa, a mestre de cerimônias apresentou apenas o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach. No cronograma original da abertura constava a apresentação de Temer na sequência do nome de Bach – ambas antes do Hino Nacional, executado por Paulinho da Viola.

Na tribuna de honra em que Temer assiste à cerimônia estão chefes de Estado e membros do governo, como o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, e da Justiça, Alexandre de Moraes. Antes do início da festa, um grupo chegou a ensaiar um ”fora Temer” das arquibancadas – e outra parcela do estádio vaiou a manifestação. Ao fim do hino, houve quem gritasse o nome do juiz Sergio Moro, que comanda as ações decorrentes da Operação Lava Jato em Curitiba.

Na última sexta-feira, Temer afirmou que estava ”preparadíssimo” para ouvir eventuais vaias no Maracanã. Na cerimônia de abertura da Copa do Mundo de 2014, a presidente afastada Dilma Rousseff foi alvo de vaias e xingamentos no estádio Itaquerão.

No começo da tarde, em Copacabana, na Zona Sul da cidade, um protesto contra Temer alterou o trajeto do revezamento da tocha olímpica, que deixou de passar por um trecho da orla e seguiu por ruas internas do bairro. Diversos movimentos de esquerda e centrais sindicais protestaram com faixas e cartazes em português e em inglês, em frente ao Hotel Copacabana Palace. Houve um momento de tensão, quando a manifestação foi impedida de avançar, até que a tocha deixasse Copacabana.