Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Temer faz pronunciamento à nação: ‘O pior já passou’

Presidente firmou compromisso de dialogar com diversos setores e disse que quer pacificar o país e fazê-lo voltar a crescer

Por Da redação Atualizado em 31 ago 2016, 23h31 - Publicado em 31 ago 2016, 20h16

Em seu primeiro pronunciamento à nação como presidente da República, Michel Temer falou em pacificar o país. E afirmou: “O pior já passou”. O peemedebista falou por cinco minutos em rede nacional de rádio e televisão. Disse que o caminho é desafiador, mas que a confiança na economia brasileira já mostra sinais de recuperação. Diante do discurso petista de que seu governo representa uma ameaça aos direitos dos trabalhadores e dos mais pobres, Temer relembrou que aumentou o valor do Bolsa Família e elevou o teto de financiamento do Minha Casa Minha Vida para a classe média.

Leia também
‘Não vamos levar ofensa para casa’, diz Temer após posse
Senado encerra mandato de Dilma e fecha ciclo de poder do PT
Senadores mantêm os direitos políticos de Dilma
Confira o voto de cada senador no impeachment de Dilma
As principais medidas do governo interino de Temer
Sérgio Praça: Temer terá que provar que é mais do que um político ambicioso

“O país é como sua família: se está endividado, tem que cortar gastos. Por isso nossas primeiras providências foram impor um limite – e gastar somente o que se arrecada”, disse. Ele afirmou que a missão do governo é mostrar aos empresários a disposição do país nos negócios. “O Estado precisa ser ágil”, prosseguiu.

Temer lembrou o sucesso dos Jogos Olímpicos, que citou como um resgate da auto-estima nacional. “Demos ao mundo mostras de nossa capacidade de fazer bem-feito”, afirmou. “Presente e futuro nos desafiam. Meu único interesse é entregar a meu sucessor um país pacificado, que volte a crescer e do qual os brasileiros se orgulhem”.

O presidente afirmou que assume o compromisso de dialogar com diversos setores da sociedade. “Ordem e progresso sempre caminham juntos. Juntos, vamos fazer um Brasil melhor. Deus nos abençoe nessa nova caminhada”, encerrou.

 

Continua após a publicidade
Publicidade