Clique e assine a partir de 9,90/mês

Suspeitos de hackear celulares de Moro e Dallagnol são levados para o DF

As quatro pessoas detidas são ouvidas pela Polícia Federal

Por Da Redação - Atualizado em 23 jul 2019, 23h53 - Publicado em 23 jul 2019, 22h19

Os quatro suspeitos de invadir e roubar mensagens do celular do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e do procurador da República e coordenador da Operação Lava Jato no Paraná, Deltan Dallagnol, foram transferidos na noite desta terça-feira, 23, para Brasília. Eles foram presos pela Operação Spoofing e já prestam depoimento na Superintendência da Polícia Federal do Distrito Federal.

O interrogatório começou por volta das 20h e não tem horário previsto de conclusão, de acordo com informações da PF do Distrito Federal.

A Polícia Federal também não confirma a identidade dos quatro suspeitos, dois deles presos na cidade de São Paulo, um em Araraquara e outro em Ribeirão Preto. A ação foi determinada pelo juiz Vallisney de Souza Oliveira, da décima Vara Federal de Brasília.

 

Publicidade