Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Suplente diz que Soraya Thronicke é “amiga da onça”

Rodolfo Nogueira acusa senadora de trair o presidente Bolsonaro após se eleger no rastro da popularidade do ex-capitão em 2018

Por Leonardo Caldas
Atualizado em 5 set 2022, 09h56 - Publicado em 4 set 2022, 19h31

As conveniências partidárias estão no rol de possibilidades para a escolha de um suplente de senador  — e,  por essa razão, podem acabar sendo motivo de dor de cabeça no futuro. Foi assim que a candidata à presidência da República Soraya Thronicke (União) optou pelo seu substituto em 2018. Rodolfo Nogueira, o suplente, hoje é presidente do PL no Mato Grosso do Sul, mas na época comandava o PSL de Jair Bolsonaro e preencheu os requisitos políticos para ocupar o cargo na chapa da parlamentar.

Ainda no processo eleitoral, Soraya alegou que teria recebido ameaças de Rodolfo e que ele teria manifestado apoio a outros candidatos ao Senado. A partir daí, a senadora começou um processo judicial pela troca do suplente. Perdeu a ação e hoje Rodolfo que é candidato a deputado federal considera a companheira de chapa uma traidora.

O apoio a Bolsonaro está na raiz do desentendimento. “Com o desempenho do presidente Bolsonaro no estado, a campanha cresceu e ela ganhou. No dia da eleição, Soraya foi no TRE e fez uma declaração dizendo que não era caroneira e não tinha sido eleita com os votos do Bolsonaro. Uma grande mentira”, alega o suplente que se diz amigo do presidente desde 2014.

Durante o debate dos presidenciáveis, na TV Bandeirantes, Soraya criticou Bolsonaro (PL) por ter sido ríspido com uma jornalista. “Quando homens são ‘tchutchucas’ com outros homens, mas vem para cima da gente – mulheres – sendo tigrão, eu fico extremamente incomodada. Aí eu fico brava sim”, disse a candidata, ressaltando que em seu estado as mulheres viram onça e que nessa situação, de “disseminação de ódio”, ela seria uma delas.

Continua após a publicidade

O suplente aproveitou o mote para criticar a senadora: “Ela nunca vai virar onça porque ela não passa de uma amiga da onça. Ninguém sabia nem da sua existência. Ela enganou o povo do nosso estado ao dizer que era bolsonarista”, disse  Rodolfo.

Na última pesquisa Datafolha, apresentada em 1º de setembro, Soraya comemorou a conquista de 1% nas intenções de voto. No levantamento anterior ela aparecia zerada. A exposição no debate e o tempo do União Brasil na TV que lhe garante 2 minutos e 10 segundos, além de 170 inserções de 30 segundos ao longo da campanha, proporcionaram a melhora no desempenho da candidata.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.