Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Superaquecimento de cabo causou incêndio em ministérios

O fogo foi rapidamente contido pelos bombeiros, mas a fumaça provocou náuseas e tontura em pelo menos 30 servidores

O princípio de incêndio que atingiu o prédio dos ministérios das Comunicações e dos Transportes foi provocado pelo superaquecimento de um cabo. Segundo a Agência Brasil, o diretor de operações da Companhia Energética de Brasília (CEB), Manoel Clementino, informou que a falha foi constatada em um fio que liga a estação transformadora à estação elétrica do edifício.

O diretor disse que os cabos do prédio são antigos e só são substituídos “quando indicam algum tipo de desgaste ou falha”. De acordo com Clementino, o órgão gastou mais de 10 milhões de reais em reformas que estão sendo feitas nas 17 subestações dos ministérios.

O incidente aconteceu nesta quinta-feira, quando uma das subestações da CEB sofreu uma explosão por volta das 17 horas. Três funcionários que estavam no local conseguiram escapar das chamas, que logo foram contidas pelos bombeiros.

A fumaça, no entanto, se espalhou pelos dutos de ar, fazendo com que alguns servidores apresentassem náuseas e tontura. O tenente-coronel Mário Sérgio Oliveira, do Corpo de Bombeiros de Brasília, informou que trinta pessoas foram atendidas pelas equipes de resgate e dezesseis delas foram transferidas para o hospital Regional da Asa Norte (HRAN).

Na ocasião, o tenente-coronel disse que o edifício passou por uma vistoria neste ano, mas ainda não foi concluído o prazo para a correção das irregularidades identificadas na inspeção. Ele também admitiu que a maior parte dos prédios da Esplanada dos Ministérios não possui alvará de funcionamento.

Leia também:

Incêndio histórico deixa quatro feridos no Porto de Santos