Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

STJ: relator vota por soltar presidente da Andrade Gutierrez

Por Da Redação 24 nov 2015, 15h18

O ministro Ribeiro Dantas, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), votou nesta terça-feira pela concessão de habeas corpus ao presidente afastado da empreiteira Andrade Gutierrez, Otávio Marques de Azevedo, mas o julgamento foi suspenso por um pedido de vista do ministro Felix Fischer. Azevedo foi preso em 19 de junho, quando foi deflagrada a fase Orga Omnes da Operação Lava Jato. Na mesma época foi preso o presidente do Grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht. De acordo com a denúncia apresentada pelo Ministério Público, o grupo Andrade Gutierrez pagou propina a dirigentes da Petrobras em obras e contratos na Refinaria Gabriel Passos, em Betim (MG), no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), na Refinaria Landulpho Alves, em São Francisco do Conde (BA), na Refinaria de Paulínia (SP), no Gasoduto Urucu-Manaus, no Centro de Pesquisas (Cenpes) e no Centro Integrado de Processamento de Dados (CIPD), no Rio de Janeiro, no Gasoduto Gasduc III (RJ) e no Terminal de Regaseificação da Bahia. Otávio é réu no escândalo do petrolão pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. (Laryssa Borges, de Brasília)

Publicidade