Clique e assine com até 92% de desconto

STJ manda soltar o ex-governador do Rio Luiz Fernando Pezão

Emedebista estava preso em razão de processo da Operação Lava Jato desde novembro de 2018, acusado de integrar esquema de corrupção liderado por Cabral

Por Da Redação 10 dez 2019, 15h54

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu, por 3 votos a 0, conceder liminar para a soltura do ex-governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão (MDB). Votaram a favor os ministros Rogério Schietti (relator do processo), Nefi Cordeiro e Laurita Vaz. Dois ministros do colegiado, Antonio Saldanha e Sebastião Reis Júnior, se declararam impedidos e não participaram da votação – os motivos não foram revelados.

Pezão, que estava preso desde novembro de 2018 acusado de integrar esquema de corrupção no Rio de Janeiro liderado pelo também ex-governador Sérgio Cabral (MDB), terá de usar tornozeleira eletrônica, além de outras restrições: não poderá se comunicar com outros réus, sair de casa no período noturno, deixar o Rio sem autorização judicial e ocupar cargos públicos enquanto o processo estiver tramitando.

 

Publicidade