Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Servidores de Porto Alegre doam R$ 102.000 a vice-prefeito

Sebastião Melo recebeu R$ 748.300 até agora. Parte do dinheiro partiu de 97 funcionários da prefeitura

Por Nicole Fusco 28 set 2016, 17h10

Apoiado pelo prefeito José Fortunati (PDT), o vice-prefeito licenciado, Sebastião Melo (PMDB), está na liderança pela prefeitura de Porto Alegre com 29% das intenções de voto, segundo levantamento do Ibope divulgado no último dia 29. Além do apoio do atual chefe do Executivo municipal, Melo tem a maior coligação – e consequentemente, o maior tempo de TV. É de Melo também a segunda maior arrecadação na campanha até aqui. Levantamento do site de VEJA mostra que no último quesito o candidato conta com uma forcinha e tanto dos servidores municipais. Dos 748.300 reais em doações eleitorais declarados por Melo ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até o momento, 102.300 reais, ou 13,6%, foram doados por 97 servidores municipais.

Como o valor total leva em conta as doações do partido para a campanha, o papel dos servidores fica mais claro ao se analisar apenas as doações de pessoas físicas: nesse caso, a representação dos funcionários públicos cresce para 28%.

Leia mais:
Tire suas dúvidas sobre as eleições municipais de 2016
Pergunte ao candidato: Envie sua questão, e VEJA cobrará a resposta dos políticos

Entre os 97 funcionários públicos doadores, nove ocupam cargos no gabinete do prefeito, nove estão na Secretaria Municipal da Fazenda e nove, na Secretaria Municipal da Educação. As doações foram, em grande parte, de 1.000 reais. A maior fatia dos 646.000 reais restantes foi paga pelos diretórios Estadual e Nacional do PMDB: 300.000 reais e 85.000 reais, respectivamente.

Continua após a publicidade

Publicidade