Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Sérgio Cabral é denunciado pela 13ª e pela 14ª vez na Lava Jato

Desdobramento da Lava Jato investiga o recebimento de R$ 122,8 milhões em propina por Sérgio Cabral

Por Da redação Atualizado em 8 ago 2017, 15h20 - Publicado em 8 ago 2017, 08h01

O Ministério Público Federal (MPF) ofereceu nesta terça (8) duas novas denúncias contra o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. Se a Justiça aceitá-las, o peemedebista passará a responder a 14 processos.

As denúncias partiram da Operação Ponto Final, desdobramento da Operação Lava Jato que investigou corrupção no sistema de transporte público do Rio de Janeiro envolvendo a Federação das Empresas de Transportes de Passageiros (Fetranspor).

Cabral está preso desde o fim do ano passado, devido a investigações da Lava Jato. É acusado de receber propina por obras durante a sua gestão à frente do governo do estado, entre 2007 e 2014.

Operação Ponto Final

No início de julho, investigações do Ministério Público Federal (MPF) indicaram que Sérgio Cabral recebeu 122,8 milhões de reais em propinas de empresas de ônibus entre os anos de 2010 e 2016.

O esquema das firmas de transporte, que segundo o MPF funcionava para garantir tarifas e contratos com o governo estadual, teria alcançado 260 milhões de reais. Três pessoas foram presas na ocasião: o empresário Jacob Barata Filho, o presidente da Federação das Empresas de Transportes do Estado (Fetranspor), Lélis Teixeira, e o ex-presidente do Departamento de Transportes Rodoviários (Detro), que fiscaliza o setor, Rogério Onofre.

Para os procuradores, a organização se dividia em quatro núcleos: o econômico, formado pelas empresas organizadas em cartel; o operacional, com a responsabilidade de fazer a lavagem de dinheiro; o administrativo, composto por gestores públicos do estado; e o político, integrado “pelo líder da organização Sergio Cabral”.

(Com Agência Brasil e Estadão Conteúdo)

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)