Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Sequestrador de Washington Olivetto será extraditado para o Chile

Preso desde 2002 no Brasil pelo rapto, ex-guerrilheiro tem duas outras condenações em seu país de origem

Por Giovanna Romano Atualizado em 19 ago 2019, 13h28 - Publicado em 19 ago 2019, 13h27

O sequestrador e ex-guerrilheiro chileno Maurício Hernandez Norambuena, um dos participantes do rapto do publicitário Washington Olivetto em 2001, será extraditado para o Chile. Condenado a 30 anos de prisão, ele foi preso em 2002 em São Paulo por associação criminosa, tortura e sequestro do empresário. O chileno passou 16 anos em regime de isolamento até ser transferido, no começo deste ano, para a penitenciária de Avaré, no interior paulista.

No Chile, o ex-guerrilheiro acumula duas condenações à prisão perpétua: por ser o mentor intelectual do assassinato do senador Jaime Guzmán e pelo sequestro de Cristian Edwards, herdeiro do jornal El Mercurio, ambos em 1991. O governo chileno pedia a extradição de Norambuena desde que ele foi preso pelo sequestro de Olivetto.

Com a extradição confirmada pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL), o presidente chileno Sebastián Piñera se comprometeu formalmente a não executar as penas que não estejam previstas na Constituição brasileira – dentre elas, a prisão perpétua e a pena de morte. As informações foram confirmadas pela assessoria do Ministério da Justiça nesta segunda-feira, 19.

Norambuena foi preso no Chile logo após os crimes, na década de 90, mas conseguiu sair do presídio de segurança máxima com a ajuda de um helicóptero. Assim, o chileno chegou ao Brasil, onde sequestrou Olivetto, que passou 53 dias em cativeiro. Na época, quando o criminoso foi preso, o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou a extradição mas impôs que a pena fosse no máximo de 30 anos, de acordo com a legislação brasileira. O governo chileno não aceitou as condições.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.