Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Senado aprova pedido para que Fernando Haddad dê explicações sobre Enem

Requerimento foi proposto pelo senador Alvaro Dias (PSDB-PR), após o site de VEJA revelar que aplicação do pré-teste foi irregular

A Mesa Diretora do Senado aprovou nesta terça-feira, 20, um requerimento com indagações ao ministro da Educação, Fernando Haddad. No começo da tarde, o senador Álvaro Dias chegou a afirmar que o documento aprovado era direcionado ao ministro do Desenvolvimento, Indúsria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel – informação confirmada pelo primeiro-secretário da Casa, Cícero Lucena (PSDB-PB). Horas depois, entretanto, Dias disse ter “se confundido”. O documento com indagações direcionadas a Pimentel, também proposto por Dias, será apreciado somente em 2012, quando os senadores voltarem do recesso.

O requerimento aprovado nesta terça, que pede explicações por escrito do ministro Fernando Haddad, foi proposto por Dias após reportagem publicada nesta segunda-feira no site de VEJA, que revelou que a aplicação do pré-teste a alunos do Colégio Christus, de Fortaleza, em outubro de 2010 foi marcada por assustadoras falhas de fiscalização.

Segundo testemunhos obtidos pela Polícia Federal, os problemas no Enem 2011 provavelmente começaram mais de um ano antes da aplicação da prova, quando um pré-teste que calibraria as questões da avaliação federal foi realizado no Colégio Christus – o mesmo que vazou as 14 questões do exame neste ano. Contradizendo o MEC e o bom-senso, os fiscais daquele pré-teste foram contratados pelo próprio Christus. Como diz o velho ditado, é como deixar a raposa vigiando o galinheiro. Caso se confirmem os relatos colhidos pela PF, trata-se de um assustador descaso das autoridades responsáveis pelo Enem – o MEC, em última instância – durante uma etapa que, até agora, passara incólume às trapalhadas do ministério: a elaboração da prova.

A partir do momento em que receber o requerimento, o ministro terá 30 dias para enviar as explicações.

LEIA TAMBÉM:

Colégio que vazou questões do Enem fiscalizou pré-teste da avaliação federal em 2010

MEC sabe há mais de um mês que PF colheu depoimentos que confirmam vazamento maior no Enem 2011