Clique e assine com 88% de desconto

Segundo turno começa em 30 cidades do país

Por Da Redação - 26 out 2008, 09h15

Neste domingo, eleitores de 30 cidades deverão comparecer às urnas para votar no segundo turno das eleições municipais 2008. Ao total, são onze capitais que ainda não escolheram seus prefeitos. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 27.166.643 pessoas estão aptas a votar, o equivalente a 21,09% do eleitorado brasileiro.

O horário de votação será entre 8 e 17 horas e quem ainda estiver na fila às 17 horas receberá uma senha para votar. O voto é obrigatório para pessoas entre 18 e 70 anos. Para votar, é preciso levar o título de eleitor ou um documento oficial com foto, como carteira de identidade ou motorista. Assim como no primeiro turno, continua vedada a utilização de celulares e câmeras na cabine.

Os eleitores que não votarem terão 60 dias para justificar a ausência, o que pode ser feito por meio de um formulário disponível nas próprias seções eleitorais ou no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Quem imprimir o formulário da internet, deve entregá-lo nos locais de votação.

O TSE recomenda que o eleitor leve um papel com o número de seu candidato anotado para diminuir o tempo e facilitar a votação. Neste domingo, serão usadas 77.000 urnas, cerca de um sexto da quantidade utilizada no primeiro turno. Serão 432.110 mesários em todo o país, sendo a maioria no estado de São Paulo (153.853), seguido pelo Rio de Janeiro (45.228) e Minas Gerais (44.000).

Publicidade

A cidade de Benedito Leite, no Maranhão, será a única a promover o primeiro turno neste domingo. A eleição do dia 5 foi cancelada pela Justiça Eleitoral na cidade por conta de uma manifestação que acabou com urnas incendiadas e um juiz local preso pelos criminosos.

No primeiro turno, 5.562 cidades brasileiras tiveram eleições. Das 128.802.321 pessoas aptas a votar, 110.080.753 compareceram às urnas, ou 85,46%. Foram registradas 1.624 prisões por atividades relacionadas a boca-de-urna, sendo que 214 dos detidos eram candidatos.

Segundo as regras do TSE, é proibido que grupos de manifestantes usem apetrechos como bonés, broches ou camisetas que apóiem um partido político ou candidato próximo a lugares onde há votação. Também não é permitido o uso de alto-falantes e amplificadores de som e a realização de comício ou carreata.

Publicidade