Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Secretário do PDT sobre avião: “Lupi pode ter confundido”

Ministro do Trabalho disse que embarcou em avião do tipo Sêneca, mas fotos comprovam que ele estava a bordo do King Air, de prefixo PT-ONJ

Por Luciana Marques 15 nov 2011, 16h20

O secretário-geral nacional do PDT, Manoel Dias, afirmou nesta terça-feira ao site de VEJA que o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, pode ter se confundido ao afirmar, em nota divulgada no sábado, que voou somente a bordo de um avião Sêneca durante viagem ao Maranhão, em dezembro de 2009. Fotos divulgadas na segunda-feira comprovam que Lupi embarcou no avião King Air, de prefixo PT-ONJ, e desmentem a versão do ministro.

Leia também:

Leia também: Exclusivo: Vídeo desmente declarações de Carlos Lupi

“Ele pode não ter se lembrado do avião”, afirmou Dias. “Eu não sei diferenciar avião nenhum”, completou. Questionado se Lupi pode ter se confundido, o secretário respondeu: “Pode ser. Eu me confundiria”. De acordo com o secretário, a cúpula do PDT já manifestou apoio a Lupi e deve convocar um novo encontro para discutir a situação do ministro “em tempo oportuno”.

Dias contou que conversou com o ministro no domingo, quando Lupi tentou explicar o caso. “Ele disse que chegou lá, tinha um avião esperando no aeroporto, ele embarcou e foi fazer as reuniões políticas”. O secretário reforçou a versão de que o avião foi custeado pelo PDT e disse que o Diretório Regional da legenda deve estar providenciando documentos que comprovem o aluguel do veículo. Reportagem de VEJA revelou que o avião foi providenciado por Adair Meira, presidente de ONGs com contratos milionários no Trabalho.

Dias não descartou a possibilidade de Meira ter integrado a mesma comitiva de Lupi. “Vai diminuir a seriedade de Lupi porque ele embarcou em um avião com mais pessoas?”, questionou. “Cabem quantas pessoas em um avião?”. O ministro do Trabalho negou ter embarcado no mesmo avião que Meira.

Nota – No sábado, Lupi divulgou nota oficial em que afirma só ter viajado naquela oportunidade a bordo de aviões Sêneca, providenciados pelo Diretório Regional do PDT. “A aeronave que acompanhava o ministro Lupi na agenda não se trata (sic) de um modelo King Air, conforme Ezequiel Nascimento afirmou, mas do modelo Sêneca”, diz o texto.

A assessoria do ministro chegou a divulgar fotos dessas aeronaves, mas que não provam que Lupi desembarcou ou embarcou sempre em Sêneca. O ministro mentiu ainda ao dizer, em depoimento no Congresso Nacional, que não conhecia Meira e que nunca havia viajado em avião alugado por ele. “Nunca andei em jatinho de Adair, não o conheço. Não tenho nenhum tipo de relação com ele”, afirmou.

Continua após a publicidade
Publicidade