Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Secretaria de Saúde recua e diz que parlamentares não tentaram invadir UTI

Kim Kataguiri (DEM-SP), Arthur do Val (Patriotas) e Ricardo Mellão (Novo) fizeram visita surpresa ao Hospital Geral de Guarulhos

Por Da Redação Atualizado em 17 abr 2021, 19h21 - Publicado em 17 abr 2021, 11h15

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo afirmou, em publicação nas redes sociais, que o deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) e os deputados estaduais Arthur do Val (Patriotas), conhecido como Mamãe Falei, Ricardo Mellão (Novo) e alguns vereadores “invadiram” e “tentaram acessar à força” o Hospital Geral de Guarulhos na tarde desta sexta-feira, 16. Segundo a pasta, os parlamentares “colocaram em risco pacientes e profissionais”.

O momento da ação foi filmado pelas câmeras de segurança da unidade de saúde e divulgado pela própria pasta no Twitter. Depois da repercussão do caso, a Secretaria de Saúde decidiu recuar neste sábado, dia 17, e dizer que, pelas imagens do “mal entendido”, “notou-se que não houve tentativa de acesso ao espaço da UTI do Hospital”. Mas frisou que a “visita de parlamentares em meio a uma pandemia não é recomendável”.

Em vídeo publicado nas redes sociais, Arthur Do Val declarou que o grupo pediu permissão para entrar, mas foi solicitado que aguardassem. Os congressistas, então, disseram que não podiam esperar e houve “um choque de uma fiscalização surpresa com vídeo; as pessoas resistem e isso é normal”, mas que “em nenhum momento usamos de grosseria e violência”. Segundo ele, os deputados foram acompanhados “100% do tempo” pelo diretor do hospital e sua equipe e que “não visitou UTI e área Covid”. Arthur do Val disse ainda que o grupo não visitou a UTI ou a ala dedicada aos pacientes com Covid-19.

Também no Twitter, Kim Kataguiri afirmou que é “bizarro que, no meio de uma pandemia, a pasta dedique seu tempo para espalhar mentiras na internet”, e compartilhou vídeo com as explicações de Arthur do Val. Segundo o deputado estadual, eles participaram de uma “fiscalização surpresa ao hospital”.

O vereador Lucas Sanches (PP) divulgou um vídeo da ação por meio de seu perfil no Facebook. “Cheguei de surpresa para fiscalizar o hospital”, escreveu ele. Vestindo um colete com a frase “fiscal do povo”, o vereador conversa com pessoas presentes no local e funcionários do hospital.

O deputado Ricardo Mellão, em nota enviada a VEJA, afirmou que em nenhum momento tentou ou quis invadir a ala de Covid-19 e nem foi o objetivo da fiscalização no Hospital Geral de Guarulhos. O parlamentar explica que sua agenda era voltada ao acompanhamento de projetos importantes no combate ao Covid-19 e seguiu, junto a outros parlamentares, para uma visita de fiscalização acompanhada pelos profissionais locais. A visita se restringiu a conferir o prontuário de presença dos médicos, o atendimento à população e os itens do almoxarifado. Segundo Mellão, sua rotina de trabalho como deputado consiste em fiscalizar equipamentos públicos, como já fez em diversas ocasiões. O deputado disse entender que visitas-surpresa geram desconforto, pediu desculpas pelo mal-entendido, e elogiou o trabalho dos profissionais do hospital. Mellão lamentou ainda a forma como o episódio foi tratado pela Secretaria da Saúde.

Continua após a publicidade
Publicidade