Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Se o STF vetasse prisão, PGR queria suspensão do mandato de Delcídio

Pela falta de precedentes, já que o líder do governo Delcídio Amaral (PT-MS) foi o primeiro senador preso no exercício do mandato desde a Constituição de 1988, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma série de medidas alternativas caso o ministro Teori Zavascki negasse a prisão do congressista. As precauções acabaram não sendo utilizadas, já que Teori não apenas autorizou, como a 2ª Turma do STF referendou a decisão por unanimidade. Em todo caso, Janot listou como opções a suspensão do exercício do mandato de Delcídio até a conclusão da delação premiada do ex-diretor Nestor Cerveró, o uso de tornozeleira eletrônica e proibição de o senador entrar em contato com qualquer investigado da Lava Jato – André Esteves, obviamente, incluído. (Laryssa Borges, de Brasília)