Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rodrigo Maia arquiva pedido de impeachment contra Mourão

Autor da ação, deputado Marco Feliciano diz ter tido anuência de Jair Bolsonaro ao protocolar o pedido contra o vice

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), arquivou nesta quarta-feira, 24, o pedido de impeachment do vice-presidente Hamilton Mourão, protocolado na semana passada pelo deputado Marco Feliciano (Podemos-SP).

O pedido de Feliciano, vice-líder do governo no Congresso, acusava Mourão de “conduta indecorosa, desonrosa e indigna” e de “conspirar” para conseguir o cargo de Jair Bolsonaro. À reportagem, ele afirmou que teve anuência do presidente para protocolar o impeachment do vice.

Um dos argumentos sustentados no pedido é uma “curtida” (like) da conta de Hamilton Mourão no Twitter em uma publicação da jornalista Rachel Sheherazade, do SBT, que enaltecia o general da reserva e criticava Jair Bolsonaro.

Nos últimos dias, Bolsonaro pediu unidade após integrantes da ala militar do governo terem demonstrado insatisfação ante as declarações do escritor Olavo de Carvalho, guru da ala ideológica da equipe do presidente, contra Mourão e outros militares.

O vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (PSC), filho de Bolsonaro, tem feito diversos ataques a Mourão no Twitter desde o final de semana. Carlos acusa o vice-presidente de conspirar para tomar o cargo de seu pai. Nas publicações, o “Zero Dois” se refere ao vice como “o tal Mourão”.

Mesmo após um pedido do presidente para colocar fim às desavenças públicas, nesta terça-feira, 23, Carlos Bolsonaro manteve os ataques nesta quarta. Todas as cinco postagens do vereador carioca no Twitter hoje tiveram Hamilton Mourão como alvo.