Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Rodrigo Janot estreia no Twitter e nega candidatura em 2018

Ex-procurador-geral da República disse que segue 'com a agenda anticorrupção' e rejeita possibilidade de ingressar na política

Por Da Redação Atualizado em 3 nov 2017, 15h48 - Publicado em 3 nov 2017, 08h40

Há um mês e meio fora do cargo de procurador-geral da República, Rodrigo Janot estreou sua conta oficial no Twitter na tarde desta quinta-feira, feriado de Finados. Em sua segunda mensagem, Janot afirmou, “antes que perguntem”, que não tem intenção de ser “candidato a nenhum cargo eletivo”. “Sigo com a agenda anticorrupção”, completou.

O nome do ex-procurador chegou a ser cogitado para candidaturas ao governo ou ao Senado por Minas Gerais. Levantamento do instituto Paraná Pesquisas, divulgado em outubro, trazia Rodrigo Janot forte na disputa por uma das duas vagas de senador que o estado elegerá em 2018: só perderia para a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), mas apareceria à frente de nomes como o empresário Josué Alencar (PMDB), o atual senador Aécio Neves (PSDB) e o ex-prefeito de Belo Horizonte Márcio Lacerda (PSB).

O primeiro tuíte de Janot foi uma saudação a “todas as tribos do Twitter”. “Acompanharei aqui a luta de todos nós contra a corrupção no Brasil e em nossos vizinhos na América Latina”, afirmou o ex-chefe da Procuradoria-Geral da República (PGR).

  • O ex-procurador-geral reproduziu notícias sobre palestras que deu no Brasil e no exterior, bem como uma entrevista concedida à versão espanhola da rede de notícias CNN. Entre essas declarações, uma cutucada no ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). As críticas que Gilmar faz sobre ele com frequência seriam como uma “cortina de fumaça” para ocultar “algo”.

    Veja abaixo os primeiros tweets de Janot:

    Continua após a publicidade
    Publicidade