Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Raquel Dodge quer Gleisi julgada por sucessor de Moro em Curitiba

PGR pede a ministro Edson Fachin, do STF, que inquérito de deputada vá para as mãos do juiz Luiz Antonio Bonat, titular da 13ª Vara Federal

Por Emerson Voltare Atualizado em 28 jun 2019, 16h48 - Publicado em 27 jun 2019, 21h52

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, solicitou ao Supremo Tribunal Federal (STF) o envio de inquérito no qual são investigados a ex-senadora, presidente do PT e atual deputada, Gleisi Hoffmann (PR), e seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, para a 13ª Vara Federal de Curitiba. Em 2018, VEJA teve acesso ao relatório final do inquérito (leia a matéria completa).

O pedido foi direcionado ao ministro Edson Fachin, para que o processo seja enviado a Luiz Antonio Bonat, juiz titular da vaga que era de Sergio Moro. A denúncia por organização criminosa foi apresentada em 2017 e tramita no Supremo.

Apesar de ter foro privilegiado como deputada federal, Gleisi foi acusada por fatos ocorridos no período em que era senadora e, por isso, segundo a PGR, o caso não deve mais ficar no STF.

No ano passado, a corte restringiu o foro para casos ocorridos durante o mandato e por fatos ligados ao cargo —o que também retira do Supremo casos de mandatos cruzados, como o de Gleisi.

A denúncia contra ela no STF inclui Paulo Bernardo por causa da estreita ligação entre ambas as condutas no caso.

No ano passado, Fachin enviou para a primeira instância da Justiça Federal de Brasília a parte da denúncia envolvendo Lula, Dilma Rousseff, Antonio Palocci, Guido Mantega e João Vaccari — todos integrantes do chamado “quadrilhão do PT”, já sem o foro privilegiado.

OUÇA OS PODCASTS DE VEJA

Já ouviu o podcast “Funcionário da Semana”, que conta a trajetória de autoridades brasileiras? Dê “play” abaixo para ouvir a história, os atos e as polêmicas da deputada federal e presidente do PT Gleisi Hoffmann. Confira também os outros episódios aqui.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês