Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Questionado sobre reportagem de VEJA, Kalil ameaça jogar DJ pela janela

Ex-prefeito, que ganhou o apoio do ex-presidente Lula em Minas, chamou entrevistador de "moleque"

Por Hugo Marques Atualizado em 10 jun 2022, 11h31 - Publicado em 6 jun 2022, 08h21

No último sábado, o ex-prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil ameaçou jogar um entrevistador pela janela, em Capelinha, no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais. A ameaça do ex-prefeito ocorreu durante uma entrevista no podcast TVC. Kalil chamou o DJ Veneno de “merdinha” e “banana”. O entrevistador mencionou um dos personagens da reportagem da revista VEJA, seu Jair Ferreira de Jesus, de 86 anos de idade, que ficou 19 meses sem receber salário e, demitido, não recebeu seus direitos.

A confusão se deu após o apresentador mencionar a reportagem e o caso do idoso, que mora em Belo Horizonte e trabalhou por quase duas décadas na empresa de Kalil. Além de não pagar em dia os salários do idoso, Kalil não depositou FGTS e ainda se apropriou do INSS dele. O DJ lembrou que Kalil foi condenado em mais de 40 processos trabalhistas. O ex-prefeito também é acusado pela Fazenda Nacional de omissão milionária de receitas.

Kalil reclamou que o entrevistador estaria fazendo perguntas sobre sua vida pessoal. “O senhor está aqui para debater minha vida pessoal ou para debater a Prefeitura?”, perguntou Kalil. O entrevistador respondeu: “Acha que eu tenho que escolher um representante meu e não saber da vida dele?”.

Diante da insistência da pergunta, Kalil afirmou que o jornalista tentava “aparecer” e disse que não sairia “corrido” do local. “Corrido eu não saio não, é mais fácil eu te jogar pela janela, ô moleque! Corrido é o car****, rapaz. Eu te pego e te jogo pela janela, quem corre é o Zema (governador Romeu Zema)”, afirmou Kalil. A ameaça, felizmente, não passou disso.

Kalil reconheceu suas dívidas, mas prometeu vender uma fazenda em Minas para quitar seus débitos trabalhistas com ex-funcionários que já ganharam os processos na Justiça, mas que ainda não recebeu seu dinheiro.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)