Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

PT acusa Weintraub de ofensa a vencedores da Mega-Sena e anuncia processo

Ministro da Educação perguntou se ‘ganhadores da loteria já passaram no shopping para comprar cuecas extragrandes'; 'Inaceitável', diz líder petista

Por Da Redação - Atualizado em 19 set 2019, 19h16 - Publicado em 19 set 2019, 19h00

O PT vai processar o ministro da Educação, Abraham Weintraub, por comentários feitos no Twitter sobre o fato de 49 assessores da liderança do partido na Câmara dos Deputados terem ganhado 120 milhões de reais na Mega-Sena – a legenda considerou ofensivas as afirmações do auxiliar de Jair Bolsonaro.

“Urgente: grupo de petistas fica milionário e aparentemente não há roubo na parada”, escreveu no primeiro post. Depois, emendou: “Os ganhadores da loteria já passaram no shopping para comprar cuecas extragrandes? (Velhos hábitos…)” – a provocação faz referência a um episódio de 2005, quando um assessor petista foi preso no aeroporto de Congonhas com 100 mil dólares na cueca. Veja os tuítes:

 Reprodução/Reprodução

“É inaceitável a conduta do ministro da Educação (…). Ele vem para as redes sociais usar palavras chulas, demonstrar um ressentimento, uma inveja que é quase inacreditável”, disse o líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta – é no gabinete que ele comanda que trabalham os assessores ganhadores do prêmio.

Segundo ele, o ministro “ofende de maneira gratuita a todos os petistas, tentando criar um ambiente absolutamente negativo, preconceituoso, com relação a pessoas que foram vencedoras desse concurso e a integrantes do PT de uma forma geral”.

Publicidade

“Nós vamos processá-lo porque ele precisa responder por sua insanidade, por sua irresponsabilidade e pelos crimes que ele cometeu. O ministro da Educação, assim como Bolsonaro, envergonha o Brasil”, afirmou (veja vídeo abaixo).

Publicidade