Clique e assine com 88% de desconto

Protesto em SP acaba em tumulto após tentativa de invasão

Policiais impediram grupo de manifestantes de entrar na Assembleia Legislativa

Por Da Redação - 3 ago 2013, 05h12

Manifestantes e policiais militares voltaram a se enfrentar na noite desta sexta-feira em mais um protesto nas ruas da capital paulista. Dessa vez, o confronto aconteceu quando o grupo de cerca de 200 pessoas, que protestava contra os governadores Geraldo Alckmin (PSDB), de São Paulo, e Sérgio Cabral (PMDB), do Rio, tentou invadir a Assembleia Legislativa estadual (Alesp). Os PMs e a Tropa de Choque entraram em ação e usaram spray de pimenta e cassetetes para dispersar o protesto. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, três manifestantes e um policial ficaram feridos. Pelo menos uma pessoa foi detida.

Essa foi a terceira manifestação em São Paulo em menos de uma semana — as outras ocorreram na terça e na quinta e também terminaram em tumulto. Dessa vez, o grupo partiu do vão do Masp e bloqueou parte da Avenida Paulista. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o congestionamento nesse horário foi de 266 km — o pico do dia. Acompanhados pela PM, os manifestantes também passaram pela Avenida Brigadeiro Luís Antônio até decidirem tomar o rumo da Assembleia Legislativa, onde o confronto aconteceu quando houve tentativa de furar o cordão de isolamento formado pelos policiais em volta do prédio.

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade