Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Procuradoria envia a STF denúncia contra Renan Calheiros

Caso tramita sob segredo de Justiça. Se denúncia for aceita, senador se tornará réu

Por Da Redação 26 jan 2013, 21h18

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, apresentou denúncia contra o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) ao Supremo Tribunal Federal (STF). Calheiros é acusado de ter apresentado notas fiscais frias para justificar seu patrimônio. A acusação foi entregue na sexta-feira, mas o escritório de Gurgel não quis dar detalhes do caso, porque o inquérito está sob segredo de Justiça.

Saiba mais:

Saiba mais: Abaixo-assinado pede ficha limpa na presidência do Senado

No caso de a denúncia da Procuradoria ser aceita, Calheiros se tornará réu em processo do STF. O caso tramita desde 2007, ano em que Calheiros renunciou à presidência do Senado, evitando perder o mandato. Este ano, o senador tenta novamente ser eleito presidente da Casa.

Em nota, o senador criticou o envio da denúncia ao STF. “A investigação foi aberta em agosto de 2007 e, apesar de se encontrar parada na Procuradoria desde fevereiro de 2011, a denúncia foi apresentada justamente na sexta-feira anterior à escolha para presidente do Senado Federal”, diz o texto, acrescentando que a atitude tem “natureza nitidamente política”.

Leia também:

Leia também: Renan pode fazer ‘belíssima gestão’ no Senado, diz Temer

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade