Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Procuradoria abre inquérito sobre ‘possíveis ilegalidades’ em portaria 666

MPF pediu esclarecimentos ao ministro da Justiça sobre os estudos que basearam a regra que trata da deportação sumária de estrangeiros

Por Eduardo Gonçalves Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 1 ago 2019, 11h54 - Publicado em 1 ago 2019, 11h41

A procuradoria do Distrito Federal abriu um inquérito civil para investigar “possíveis ilegalidades” na portaria 666, que prevê a “deportação sumária” de estrangeiros considerados perigosos ou que tenham praticado atos contra a Constituição. A portaria foi baixada no dia 25 de julho pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Segundo a procuradoria, a portaria traz “aparentemente” em seu objeto “diversas ilegalidades, instituindo critérios a margem do Estatuto do Estrangeiro e dando exagerada discricionariedade a agentes administrativos”. Para o órgão, a nova regra permite que sejam tomadas decisões baseadas em informações de inteligência de outros países sem que haja o devido processo legal ou revisão pelo judiciário brasileiro.

O MPF pediu via Procuradoria Geral da República que Moro preste esclarecimentos sobre os estudos que basearam a portaria. O despacho inicial foi assinado pelo procurador Pablo Coutinho Barreto, em 29 de julho. O caso foi redistribuído na tarde desta quinta-feira para um procurador do 3º Ofício de Cidadania, Seguridade e Educação do MPF.

O ex-juiz Sergio Moro defendeu a portaria dizendo que os brasileiros não podem ser “generosos com criminosos”. “Nenhum país do mundo, tendo conhecimento, permite que pessoas suspeitas de envolvimento em condutas criminais graves adentrem o seu território. Não se corre o risco, simples assim”, escreveu ele em seu Twitter, na terça-feira.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.