Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Presidente do PSL tenta explicar fala de Bolsonaro sobre eleições

Ontem, o candidato afirmou que não aceitará outro resultado, senão a vitória, mostrando, mais uma vez, que tem dúvidas sobre a lisura do processo eleitoral

Por Estadão Conteúdo Atualizado em 29 set 2018, 16h34 - Publicado em 29 set 2018, 15h44

O presidente do PSL, Gustavo Bebianno, minimizou a fala do candidato Jair Bolsonaro, de seu partido, que afirmou, ontem, em entrevista à TV Bandeirantes, que não aceitará qualquer resultado diferente do que o da sua eleição.

Segundo Bebianno, Bolsonaro quis dizer que seria estranho as urnas não refletirem o que tem sido observado nas ruas. O presidente do PSL fez a afirmação a jornalistas que aguardavam a saída de Bolsonaro do Hospital Albert Einstein.

  • “O nosso problema com as urnas é que elas não permitem recontagem dos votos, que fica restrita a meia dúzia de técnicos”, afirmou.

    Bebbiano ainda comentou falas do candidato a vice pelo PSL, o general Hamilton Mourão. Segundo ele, Mourão é uma “pessoa brilhante”, mas não “possui tato para falar com a imprensa”, o que tem gerado problemas.

    Continua após a publicidade
    Publicidade