Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Presidente do PSDB defende investigação de denúncia de fraude em prévias

Bruno Araújo está em Dubai para participar da Expo 2020

Por Victor Irajá Atualizado em 24 out 2021, 18h27 - Publicado em 24 out 2021, 18h03

Em Dubai, nos Emirados Árabes, onde participa da Expo 2020, o presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, se manifestou sobre a acusação de que 92 prefeitos e vice-prefeitos do partido foram inscritos irregularmente nas prévias presidenciais.

A denúncia acontece em meio à implantação de um sistema eletrônico de votação no partido, que utilizará aplicativo. Em conversa com jornalistas, Araújo afirmou que “o processo é inovador. Como todo processo inovador, envolve muito trabalho. Se der certo, vai beneficiar só o PSDB, como também o Brasil”.

As prévias do PSDB estão marcadas para 21 de novembro, quando o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, de São Paulo, João Doria, e o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio disputam a vaga do partido para disputar a Presidência da República em 2022.

A afirmação de Araújo acontece três dias depois do jornal Folha de São Paulo revelar acusações de fraude feitas pelos diretórios do PSDB da Bahia, Ceará, Minas Gerais e Rio Grande do Sul de que o diretório de São Paulo teria fraudado a data de filiação de 92 prefeitos e vice-prefeitos. A cédula paulista é controlada pelo governador do estado, João Doria.

Essas filiações teriam ocorrido depois da data final estabelecida e só foram concretizadas porque o PSDB paulista informou datas anteriores ao Tribunal Superior Eleitoral. Em resposta, aliados da candidatura do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, entraram com representação no partido contra a inscrição dos 92 prefeitos e vice-prefeitos, pedindo a exclusão dos inscritos.

Em nota divulgada na última quinta-feira (21), Araújo já havia afirmado que as denúncias seriam analisadas com “absoluta serenidade”. Ele também disse que “pedidos de impugnação são naturais em qualquer processo eleitoral”. E que as acusações já foram encaminhadas à seção paulista, para que esta preste os esclarecimentos.

Mesmo assim, interlocutores do partido que estão em Dubai afirmam que o assunto traz grande desgaste interno e que está sendo tratada com gravidade.

Continua após a publicidade

Publicidade