Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Presidente do BNDES presta depoimento à PF sobre Postalis

Pré-candidato à Presidência, Paulo Rabello de Castro foi ouvido na Operação Pausare, deflagrada hoje, por sua atuação na empresa SR Rating

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, prestou depoimento à Polícia Federal (PF) nesta quinta-feira no âmbito da Operação Pausare, deflagrada na manhã de hoje contra um esquema de corrupção que deixou um rombo de 6 bilhões de reais no Postalis, fundo de pensão dos Correios. Segundo VEJA apurou, Rabello de Castro foi voluntariamente à sede da PF em Brasília depois de saber que uma casa sua no Rio de Janeiro tinha sido alvo de um mandado de busca e apreensão.

O depoimento do presidente do BNDES não tem relação com sua atuação à frente do banco de fomento, cuja chefia ele ocupa desde junho de 2017. Os policiais ouviram Paulo Rabello de Castro sobre sua atuação na SR Rating, responsável por relatórios de avaliação econômico-financeira de empresas que receberam aportes milionários do Postalis, investigados na Pausare. Além de Rabello de Castro, que foi diretor-presidente da SR, outros três executivos da empresa são apontados como autores dos relatórios.

O caso específico que envolve o presidente do BNDES é o da empresa Mudar Master II Participações, que vendeu 109,8 milhões de reais em cédulas de crédito imobiliário ao fundo de pensão dos Correios. Segundo a decisão do juiz Vallisney de Souza Oliveira, que autorizou a deflagração da operação, a aquisição foi baseada em “relatórios superficiais” elaborados por João Carlos Penna Esteves, membro do Comitê de Investimentos do Postalis, a SR Rating e o escritório Bocater, Camargo, Costa e Silva Advogados.

No mesmo despacho, datado de 6 de novembro de 2017, o juiz Vallisney Oliveira havia determinado a quebra dos sigilos bancário e fiscal de Paulo Rabello de Castro entre os dias 1º de janeiro de 2010 e 31 de agosto de 2017 e a condução coercitiva dele – transformada em intimação depois da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes de proibir as conduções coercitivas em investigações criminais, tomada em dezembro.

Filiado ao PSC, Rabello de Castro é pré-candidato à Presidência da República nas eleições de outubro. Na mais recente pesquisa do Datafolha, divulgada ontem, o presidente do BNDES apareceu com 1% das intenções de voto em sete cenários eleitorais. A rejeição a ele é de 14%, conforme o instituto de pesquisas.

Operação Pausare

A Operação Pausare partiu de auditorias de órgãos de controle encaminhados pelo Ministério Público Federal, que identificaram má gestão, irregularidades e impropriedades na aplicação dos recursos do Postalis – causando déficit de aproximadamente 6 bilhões de reais ao fundo. Como consequência, aposentados e funcionários do Correios, além do Tesouro Nacional, tiveram de aumentar a contribuição para o fundo de previdência.

O Postalis é o maior fundo de pensão brasileiro em número de participantes e responsável por administrar um patrimônio de 8,77 bilhões de reais.

A Justiça Federal emitiu 100 mandados judiciais, a serem cumpridos por 62 equipes da Polícia Federal nas próximas 48 horas em cidades dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Alagoas.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ataíde Jorge de Oliveira

    😮
    Roubar Aposentado
    NE$TEpaÏZ,oravejA
    : É mais fácil Q tirar doce da mão de criança, né,NãO 😮

    Curtir