Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Presidente da Câmara suspende convocação de Palocci

Mais cedo, manobra da oposição havia possibilitado medida para desgastar ministro. Decisão final de Marco Maia deve sair na terça-feira

Por Gabriel Castro
1 jun 2011, 19h30

O presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), tornou sem efeito a convocação do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, para dar explicações de como multiplicou seu patrimônio por 20 em um período de apenas quatro anos. Pelo menos até terça-feira, quando sai a decisão em defintivo, Palocci está livre de ter de comparecer ao Legislativo, o que certamente aumentaria ainda mais a crise que se abateu sobre o governo nos últimos dias.

O requerimento de convocação do ministro foi aprovado em votação simbólica na Comissão de Agricultura da Casa, na manhã desta quarta-feira. A base aliada, que cochilou, acusou a oposição de fraudar o resultado. Tudo isso porque a decisão, em caráter simbólico, não pressupunha uma contagem individual dos votos. Quem era contra o requerimento deveria erguer o braço, o que nem todos os governistas fizeram.

O deputado Paulo Piau (PMDB-MG) apresentou uma questão de ordem ao presidente da Câmara, pedindo a revisão do resultado. A solicitação foi acompanhada por outros integrantes da Comissão de Agricultura. Depois de suspender a convocação de foram provisória, Marco Maia disse que irá analisar a situação com equilíbrio. Mas já deu um sinal de que a pressão da base pode funcionar: “É muito ruim uma decisão tomada por uma comissão e que é questionada pela ampla maioria dos integrantes dessa comissão”, declarou.

O líder do DEM na Câmara, ACM Neto (BA), disse que a revogação da decisão seria inaceitável: “A oposição cumpriu o regimento. Não podemos ser golpeados. Aí nós iremos ao Supremo”, adiantou. O líder do PSDB, Duarte Nogueira (SP), também não aceita um recuo: “O ministro está convocado. A votação foi regimental”.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.