Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia expulsa grupo acampado perto da casa de Temer em SP

Cerca de 150 pessoas lideradas pelo Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) montaram barracas em local próximo à casa do presidente interino

A Polícia Militar expulsou os manifestantes acampados perto da casa do presidente em exercício Michel Temer em São Paulo na madrugada desta segunda-feira. A corporação utilizou jatos de água e bombas de gás lacrimogêneo para dispersar o grupo de cerca de 150 pessoas liderado pelo Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST).

Os manifestantes decidiram montar barracas em um local próximo da residência de Temer, no bairro Alto de Pinheiros, após uma passeata que teve início no Largo da Batata, Zona Oeste de São Paulo, a quase três quilômetros do endereço do peemedebista, na tarde deste domingo. Eles protestavam contra a decisão do governo de suspender novas contratações do programa “Minha Casa, Minha Vida”.

Segundo o MTST, a ação da polícia foi desproporcional ao protesto, que estava pacífico. De acordo com a PM, a medida para retirar os manifestantes levou cerca de uma hora e o objetivo era desobstruir a rua. A PM informou que não houve feridos nem detidos na ação.

LEIA TAMBÉM:

Manifestantes protestam e montam acampamento na vizinhança de Temer

(Com Estadão Conteúdo)