Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Plenário do Senado aprova novo mandato para Augusto Aras na PGR

Indicado por Jair Bolsonaro foi aprovado por 55 votos a 10 e uma abstenção e ficará mais dois anos no cargo

Por Da Redação Atualizado em 24 ago 2021, 21h13 - Publicado em 24 ago 2021, 21h00

O plenário do Senado aprovou, em votação secreta, na noite desta terça-feira, 24, por 55 votos a 10 e uma abstenção, a recondução de Augusto Aras para o cargo de procurador-geral da República.

Com isso, o PGR indicado pelo presidente Jair Bolsonaro terá mais dois anos de mandato à frente do Ministério Público Federal. Para ser reconduzido ao cargo, Aras precisava de pelo menos 41 votos favoráveis, a maioria absoluta na Casa.

Mais cedo, após pouco mais de seis horas de sabatina, a CCJ do Senado aprovou, por 21 votos a 6, a recondução de Aras para o comando do órgão. A coluna Radar mostrou nesta terça que o procurador-geral fez um longo trabalho no Senado, chegando a conversar com mais de 70 dos 81 senadores da Casa. Na sabatina, Aras repetiu diversas vezes que evitou “criminalizar a política”, negou ter se omitido sobre os ataques de Bolsonaro ao sistema eleitoral e as repetidas aglomerações promovidas pelo presidente sem o uso de máscaras de proteção contra a Covid-19 e defendeu a atuação da PGR durante a pandemia, entre outros temas.

Entre outras atribuições, cabe ao procurador-geral da República pedir a abertura de inquéritos para investigar o presidente da República, ministros, deputados e senadores. Ele também tem a prerrogativa de apresentar denúncias contra os detentores de foro privilegiado.

Continua após a publicidade
Publicidade