Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Planalto diz que recusará ajuda de US$ 20 milhões oferecida pelo G7

Valor seria usado para auxiliar no combate a incêndios na Amazônia

O Palácio do Planalto informou na noite desta segunda-feira, 26, que rejeitará ajuda de 20 milhões de dólares, equivalente a 83 milhões de reais, prometidos pelo G7, o grupo de países mais ricos do mundo, para auxiliar no combate a incêndios na Amazônia.

O Planalto não informou o motivo para recusar os valores. O presidente Jair Bolsonaro (PSL) e ministros têm dito que não há anormalidade nas queimadas e que países europeus tentam fragilizar a soberania do Brasil sobre a floresta.

A informação do Planalto, no entanto, contradiz o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que mais cedo disse que a ajuda do G7 era “bem-vinda”.

Bolsonaro voltou a se reunir nesta segunda com ministros para tratar dos incêndios na floresta. Após a conversa com o presidente, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, disse que a situação na Amazônia está controlada e que cerca de 2.700 militares das Forças Armadas estão prontos para atuar na região.

Ainda nesta segunda, o governo teve novo embate com o presidente da França, Emmanuel Macron, que falou sobre conferir status internacional à floresta. “Sobre a Amazônia falam brasileiros e as Forças Armadas”, rebateu o porta-voz da Presidência, general Rêgo Barros.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Marco Andrade

    Uma vez aceito essa “ajuda” o Brasil estará nas mãos desse pessoal. Sabemos que a intenção de muitos países sobre a amazônia vai além das benesses!

    Curtir

  2. Sueli Feng Shui

    Depois de tudo que Macron disse e agora, mais grave ainda, falou em status internacional da Amazônia, o governo brasileiro fez muito bem em não aceitar essa ajuda, especificamente. Querem ajudar? Colaborem individualmente, com coisas concretas, como Israel, por exemplo. Não venham com segundas intenções.

    Curtir

  3. Srto Elias Silva I

    Vagabundo

    Curtir

  4. Paulo Bandarra

    Bolsonaro coloca lenha na fogueira de que é um irresponsável.

    Curtir

  5. Paulo Bandarra

    Se comporta como Maduro em relação a doação de alimentos para o povo.

    Curtir