Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PGR denuncia Beto Mansur por sonegação de impostos

Raquel Dodge pede a perda do mandato do vice-líder do governo Temer na Câmara

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, apresentou denúncia contra o deputado federal Beto Mansur (PRB-SP) por sonegação de Imposto de Renda. A Procuradoria-Geral da República (PGR) acusa Mansur, que é vice-líder do governo de Michel Temer na Câmara, de causar um rombo de 796 mil reais ao fisco em 2003. Dodge pede a perda do mandato do deputado e a reparação do dano causado, com juros e correção monetária.

O relator do caso no Supremo Tribunal Federal (STF) será o ministro Luis Roberto Barroso.

A denúncia afirma que o parlamentar omitiu informações na declaração do Imposto de Renda relativas a rendimentos com base na variação patrimonial e em depósitos de origem não comprovada. Segundo a PGR, este último montante chegou a 503 mil reais. A denúncia frisa que, “instado a se manifestar”, Mansur explicou apenas parte desses depósitos.

De acordo com a Procuradoria-Geral da República, “apesar de intimado para o pagamento do crédito tributário, até o momento, Beto Mansur não efetuou o recolhimento nem pedido de parcelamento do débito”.

Defesa

O deputado, que acompanha Temer no Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça, disse nesta terça-feira que discorda das conclusões da Receita Federal, que estão na origem da denúncia. “O que eu sei é que a Receita me autuou, está cobrando valores, e eu não concordei. Estou discutindo isso e entrei na Justiça contra essa cobrança. Já apresentei provas e vou ganhar na Justiça”, afirmou.

Leia aqui a íntegra da denúncia

(Com Estadão Conteúdo)