Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lava Jato: PF faz buscas na Câmara e no Senado contra parlamentares do PP

Agentes cumprem mandados no gabinete e no apartamento do deputado Eduardo da Fonte; o presidente do partido, Ciro Nogueira, é outro alvo

A Polícia Federal cumpre na manhã desta terça-feira mandado de busca e apreensão na Câmara dos Deputados e no Senado Federal contra parlamentares do PP. São alvos os deputados Eduardo da Fonte (PP-PE) e o senador Ciro Nogueira (PP-PI), presidente nacional do partido. Os mandados foram autorizados pelo ministro Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato.

Além do gabinete do parlamentar na Câmara, agentes da PF também foram ao apartamento funcional de Eduardo da Fonte. Ele é investigado por suposta prática de associação criminosa, juntamente com outros os parlamentares do PP: Aguinaldo Ribeiro, Arthur Lira, Benedito de Lira, Ciro Nogueira, José Otávio Germano, Luiz Fernando Faria e Nelson Meurer. Segundo a TV GloboNews, o ex-parlamentar Márcio Junqueira também é procurado pelos agentes, que tentam cumprir um mandado de prisão contra o ex-deputado de Roraima.

A operação foi deflagrada pela Polícia Federal em parceria com a Procuradoria-Geral da República. De acordo com denúncia do Ministério Público Federal feita em setembro de 2017, os parlamentares seriam integrantes do núcleo político de uma organização criminosa voltada ao cometimento de delitos contra a Câmara dos Deputados, entre outros, visando “a arrecadação de propina por meio da utilização de diversos órgãos públicos da administração pública direta e indireta”.

O deputado Eduardo da Fonte ainda está no Recife, informou sua assessoria de imprensa. Assessores do parlamentar disseram desconhecer detalhes da operação da PF. A previsão era de que Da Fonte chegasse a Brasília na tarde desta terça-feira.

Em nota, a defesa de Ciro Nogueira afirmou que está acompanhando as buscas que estão sendo realizadas na residência e no gabinete do senador. Nogueira está fora do Brasil e não foi localizado pelos advogados. “Desconhece a defesa, até o presente momento, as razões da determinação judicial do Ministro Fachin. É certo que o Senador sempre se colocou à disposição do Poder Judiciário, prestando depoimentos sempre que necessário e, inclusive, já foi alvo de busca e apreensão”, diz o texto. O advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, que representa o senador, diz aguardar contato com Nogueira para ter “o necessário instrumento de poderes que dará direito ao acesso aos fundamentos da medida de busca e apreensão”.

(Com agências Estadão Conteúdo e Reuters)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. luiz salgado

    Estes políticos vermes só querem uma coisa na vida: gerenciar proprinas. ja empuraram repatriação dinheiro do exterior, financiamento de campanha, agora eles estão tramando contra o ministerio publico federal.

    Curtir

  2. news da hora

    Cadeia neles ! Lava jato em todos eles , pois os pptralhas também fazem parte do bando de Lula e petralhas que saquearam o Brasil .

    Curtir

  3. news da hora

    A hora é agora ! Chegou a hora ! De organizar o nosso Brasil , e levar estes trastes todos para a cadeia , para fazer companhia para Lula e cias .

    Curtir

  4. Eta, Antonio Castro de Almeida Castro, advogado de Ciro Nogueira, vai precisar de muitos argumentos para justificar – se é que é possível – as falcatruas desse senador. Desde há muito ele tem frequentado as notícias negativas da lava jato. Vamos ver se a coisa caminha para a comprovação dos atos espoliadores dos cofres públicos e que o envolvido pague pelas falcatruas. O meu desejo e de 206 milhões de brasileiros é que justiça seja feita para que, no futuro, os políticos males intencionados pensem 10 vezes ante de colocar a mão no dinheiro do povo.

    Curtir

  5. Flavio Oliveira Melo

    O sistema político brasileiro está falido, e a corrupção, a insegurança nas ruas, as políticas públicas ineficientes, o serviço público de qualidade … Mas de nada adianta nos iludirmos, pois é essa doença, um sistema político disfuncional e corrompido, que subverte a democracia e o estado de direito.

    Curtir