Clique e assine a partir de 8,90/mês

‘Pergunta para a sua mãe’, diz Bolsonaro a jornalista sobre caso Queiroz

Presidente não responde sobre cheques do ex-assessor de Flávio Bolsonaro para Michelle; a outro repórter, disse que ele tinha cara de ‘homossexual terrível’

Por Da Redação - Atualizado em 20 dez 2019, 12h51 - Publicado em 20 dez 2019, 12h34

Em meio à crise provocada pelo acirramento das investigações de lavagem de dinheiro público envolvendo um dos seus filhos, o senador Flavio Bolsonaro (Aliança-RJ), o presidente Jair Bolsonaro atacou jornalistas que o questionaram sobre o assunto na manhã desta sexta-feira, 20, em frente ao Palácio do Planalto, onde o presidente costuma atender a imprensa e interagir com apoiadores.

Ao responder a pergunta de um jornalista sobre o comprovante do empréstimo de R$ 40 mil que Bolsonaro afirmou ter feito a Queiroz, o que, segundo o presidente, justifica os depósitos em cheque feitos pelo ex-assessor de Flávio para a conta da primeira-dama Michele Bolsonaro, o presidente disse: “Pô, rapaz, pergunta para a sua mãe [sobre] o comprovante que ela deu para o seu pai, tá certo?”

Após comentar as acusações contra Fabrício Queiroz, amigo pessoal do presidente e apontado como laranja em esquema de desvio de salários de servidores do gabinete de Flávio quando este era deputado estadual no Rio, Bolsonaro se dirigiu a um dos repórteres e disse: “Você tem uma cara de homossexual terrível, mas nem por isso eu te acuso de ser homossexual. Se bem que não é crime ser homossexual”, disse o presidente.

O presidente também usou tom provocativo ao responder à pergunta de um jornalista sobre a mudança da embaixada do Brasil em Israel para Jerusalém. “Você pretende se casar comigo um dia?”, disse. “Não seja preconceituoso, você não gosta de loiro de olhos azuis? Isso é homofobia, vou te processar por homofobia”, continuou. “Não admito homofobia, você é homofóbico”, insistiu.

 

Continua após a publicidade
Publicidade