Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Pena de corrupção é piada de mau gosto’, diz procurador

O procurador da República Deltan Dallagnol, um dos responsáveis por coordenar a Operação Lava Jato, criticou nesta terça-feira a impunidade por crimes de corrupção no país. Em São Paulo para divulgar a campanha do Ministério Público “Dez Medidas Contra a Corrupção”, Deltan considera branda a pena para o crime – dois a doze anos de prisão – e afirma que “os custos da corrupção são bem menores do que os benefícios”. “A pena de corrupção é uma piada de mau gosto”, disse. “As chances de os casos serem prescritos são grandes. Quando são julgados, a pena demora de dez a quinze anos para ser aplicada, e, após todo esse tempo, os envolvidos podem pegar no máximo quatro anos de prisão, o que possibilita que a pena seja cumprida em regime aberto”, afirmou. A proposta do Ministério Público para combater a corrupção possui três frentes de atuação: prevenção, recuperação dos recursos desviados e fim da impunidade. Os procuradores e movimentos sociais de combate à corrupção tentam recolher 1,5 milhão de assinaturas para que as propostas cheguem ao Congresso Nacional. (Talyta Vespa, de São Paulo)