Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Pelo Twitter, Trump elogia discurso de posse e Bolsonaro agradece

Presidente norte-americano foi representado pelo Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo; brasileiro citou perfil fake em agradecimento

Por Da redação Atualizado em 2 jan 2019, 08h20 - Publicado em 1 jan 2019, 16h59

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, utilizou o Twitter para parabenizar o presidente Jair Bolsonaro (PSL) pelo seu discurso de posse.  Em menos de 13 minutos, Bolsonaro agradeceu a cortesia do colega.

“Parabéns ao presidente Jair Bolsonaro que acaba de fazer um ótimo discurso de posse – os EUA estão com você!”, escreveu Trump. “Caro Sr. Presidente Donald Trump, aprecio verdadeiramente as suas palavras de encorajamento. Juntos, sob a proteção de Deus, vamos trazer prosperidade e progresso para o nosso povo!”, respondeu Bolsonaro. No entanto, ao responder, o presidente brasileiro citou um perfil fake do norte-americano.

Donald Trump não compareceu a cerimônia de posse e está sendo representado pelo Secretário de Governo dos Estados Unidos, Mike Pompeo.

  • Quando Bolsonaro foi eleito, Trump telefonou para o novo presidente, em 28 de outubro, para lhe parabenizar. Bolsonaro também utilizou o Twitter para agradecer. 

    A rede social, aliás, é algo que aproxima os presidentes. Trump utiliza sua conta para fazer anúncios oficiais e até mesmo discutir com opositores. Bolsonaro também usa com frequência a mesma ferramenta para se comunicar.

    Outros líderes

    O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, veio a Brasília acompanhar a posse do novo governo brasileiro. Pelo Twitter, ele registrou sua chegada no país e o abraço em Bolsonaro durante cerimônia no Congresso Nacional. 

    Continua após a publicidade

    Netanyahu é um dos dez chefes de estado que vieram prestigiar a posse de Bolsonaro.  “Um abraço caloroso em meu bom amigo, o Presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro. Boa sorte, meu amigo!”, tuitou.

    Além de Netanyahu,  o primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán e o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa estão entre os presentes.

    Da América do Sul, os presidentes Sebastián Piñera (Chile), Mario Abdo Benítez (Paraguai), Tabaré Vázquez (Uruguai), e Evo Morales (Bolívia) também participam da cerimônia de posse presidencial.

    Antes da posse, Morales também recorreu à rede social para dizer que tem convicção que as relações de Bolívia e Brasil são profundas.  “Nós acompanhamos em sua posse o Presidente Jair Bolsonaro com a convicção de que as relações Bolívia-Brasil têm raízes profundas de laços de fraternidade e complementaridade de nossos povos. Somos parceiros estratégicos que olham para o mesmo horizonte do #PatriaGrande”. 

    Outras presenças são os presidentes de Honduras, Juan Orlando Hernández, e de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, além do primeiro-ministro do Marrocos, Saadeddine Othmani.

    Os governos da China e Rússia enviaram representantes. Ji Bingxuan, vice-presidente do Comitê Permanente da Assembleia Popular (Parlamento chinês), representa o país asiático, enquanto Moscou enviou o presidente da Duma (Câmara dos Deputados) Vyacheslav Volodin.

    Continua após a publicidade
    Publicidade