Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Pedro Simon desiste da aposentadoria para disputar Senado

Senador gaúcho cedeu aos apelos das lideranças do PMDB no Estado após a escolha de Beto Albuquerque (PSB) para ser o vice de Marina Silva

Por Da Redação 25 ago 2014, 12h37

O senador Pedro Simon (PMDB) desistiu da aposentadoria e vai concorrer à reeleição. Mesmo tendo dito que, aos 84 anos, por recomendação médica, não participaria diretamente de mais uma campanha política, Simon rendeu-se aos apelos das lideranças gaúchas do partido na noite do domingo, e vai tentar conquistar seu quinto mandato no Senado.

Leia também:

PT quer esmagar o PMDB, diz Pedro Simon

A decisão é consequência da morte do candidato à Presidência da República pelo PSB, Eduardo Campos, que contava com apoio do PMDB gaúcho. O deputado federal Beto Albuquerque (PSB), que concorria ao Senado pela aliança regional, tornou-se candidato a vice-presidente na chapa de Marina Silva. A vaga ficou aberta para o PMDB e Simon virou nome preferencial.

Leia também:

Quão sustentável é Marina Silva?

A presença de Simon pode manter a unidade da coligação, formada pelo PMDB, PSB, PSD, PPS, PHS, PTdoB, PSL e PSDC em torno do apoio a Marina Silva para a Presidência. A coligação tem como candidato ao governo do Estado o ex-prefeito de Caxias do Sul José Ivo Sartori (PMDB). Os principais concorrentes de Simon na disputa pela vaga do Senado são o ex-governador Olívio Dutra (PT) e o jornalista Lasier Martins (PDT).

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade