Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PDT do Rio vai lançar Carlos Lupi para o Senado

Insatisfeito com a entrada do DEM na aliança do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) e com o lançamento do ex-prefeito Cesar Maia candidato a senador, o PDT do Rio decidiu lançar uma candidatura alternativa ao Senado. O nome escolhido é o do ex-ministro do Trabalho Carlos Lupi. Presidente nacional do PDT, Lupi disse ter consultado o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e confirmado que partidos coligados podem lançar candidaturas diferentes a senador. “Não há hipótese de apoiarmos Cesar Maia para o Senado. A saída que encontrei será me lançar candidato. Vamos manter uma linha de coerência, com candidatura própria ao Senador e apoio a Pezão e à presidente Dilma Rousseff”, disse Lupi na tarde desta terça-feira.

O PDT está na chapa de Pezão com o candidato a vice-governador, deputado Felipe Peixoto. Além do DEM, PSDB e PPS entraram na coligação do PMDB e abriram mais espaço para o candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, na chapa majoritária de Pezão. “O problema não é nem o espaço para o Aécio, mas o fato de Cesar Maia ser assumidamente a cara da direita no Rio de Janeiro”, justificou Lupi. Embora a convenção PDT-RJ já tenha sido realizada, foi deixada uma brecha para que a executiva estadual aprovasse mudanças, em caso de alteração no cenário das coligações. A executiva tem até o dia 30 de junho para aprovar a candidatura de Lupi senador.

Leia também:

Em favor do ‘Aezão’, Cabral desiste do Senado

Aezão: falta combinar com Cesar Maia

Aécio planeja expandir as UPPs

(Com Estadão Conteúdo)