Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Partidos de esquerda preparam aliança mirando segundo turno

Não existe a intenção de lançar uma chapa única, mas estudam alianças nos estados

Dirigentes do PT, PDT, PSB e PCdoB e PSOL estão ensaiando uma reaproximação, o que inclui uma agenda programática unificada, com vistas para o segundo turno das eleições presidenciais de 2018.

Não existe a intenção de lançar uma chapa única. Três desses partidos já têm pré-candidatos próprios: o PT, com Lula, o PDT, com Ciro Gomes, e o PCdoB, com Manuela d’Ávila. No entanto, eles querem passar a ideia de que não estão isolados.
Tem sido discutida a possibilidade de agregar o campo da esquerda para uma agenda mínima, um entendimento no segundo turno e possíveis alianças nos estados.

Uma reunião com os presidentes das siglas – exceto do PSOL – aconteceu em Brasília na semana passada, e todos eles devem se reunir na próxima terça-feira (28). As fundações dos partidos estão organizando esses encontros.

A ideia é discutir as bases para um programa que poderá ser usado por qualquer candidato. A primeira posição conjunta da aliança foi uma nota criticando o “estímulo” da gestão de Michel Temer à adoção de um semiparlamentarismo.

O PSB, até pouco tempo rompido com o PT, apresentou um mapa de candidaturas estaduais que consideram prioritárias para as eleições de 2018: Minas Gerais, Pernambuco, São Paulo, Espírito Santo, Paraíba e Distrito Federal. O PT sinalizou que pode firmar alianças.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. JOSE ROBERTO DE LIMA MACHADO

    Tá faltando o PSDB.Vão “entortar” o Brasil.Nem esquerda,nem direita.Para afrente!

    Curtir

  2. JOÃO CARLOS FÉLIX DA SILVA

    Em outras palavras, alianças para assaltarem novamente os cofres públicos, além de muitas “boquinhas” com salários polpudos na administração federal e estadual. Essa malta deveria ser presa a bem do país.

    Curtir