Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Para advogado-geral da União, novo prazo do TCU acalma ânimos pró-impeachment

Na quarta-feira o Tribunal de Contas da União deu mais quinze dias para o governo responder os novos questionamentos sobre as irregularidades nas contas de 2014

O ministro-chefe da Advocacia-Geral da União (AGU), Luís Inácio Adams, disse que o governo está “tranquilo” em responder aos novos questionamentos do Tribunal de Contas da União (TCU) no processo das “pedaladas fiscais”. Ele afirmou também que o novo prazo concedido pelo tribunal para os esclarecimentos “já está acalmando” os ânimos políticos em torno de uma ação pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Leia mais:

Investigação sobre tráfico de influência no TCU não avança

Senado manobra e TCU deve adiar a votação das contas de Dilma

“Todos os esclarecimentos extras que o tribunal queira, nós estamos tranquilos em responder, não temos nenhuma preocupação. A gente vai respeitar o processo legal. As informações tinham sido originalmente solicitadas, eles pediram esclarecimentos complementares”, disse Adams, no Aeroporto de Brasília antes de embarcar para São Paulo, na manhã desta quinta-feira.

Questionado sobre se o prazo extra dado pelo TCU ao governo na quarta-feira vai ajudar a acalmar os ânimos em meio à crise política no país, em relação a um eventual processo de impeachment da presidente Dilma, o ministro respondeu: “Já está acalmando, né! Graças a Deus!”.

Na quarta, o TCU concedeu prazo adicional de quinze dias para a presidente Dilma se manifestar sobre novas irregularidades apontadas nas contas de 2014. A proposta foi aprovada por unanimidade em plenário após pressão do Palácio do Planalto e do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que se realinhou com Dilma, sobre a Corte.

A nova notificação do TCU deve ser enviada até esta quinta-feira ao governo e o prazo começará a correr na segunda. Com o tempo extra, a apreciação das contas pelo plenário do tribunal, antes prevista para setembro, deve ser empurrada por prazo indeterminado.

(Com Estadão Conteúdo)