Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Palocci quer acesso a documentos do petrolão

O ex-ministro da Casa Civil Antonio Palocci (PT) encaminhou ao juiz Sergio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato, novo pedido para ter acesso a documentos em que é citado como um dos personagens do escândalo do petrolão. Palocci é alvo de inquérito aberto pela Polícia Federal em maio para apurar se ele arrecadou dinheiro de propina para a campanha presidencial de Dilma Rousseff em 2010. De acordo com a defesa do ex-ministro, esta é a sexta vez que ele pede acesso à parte da investigação da Operação Lava Jato. Em acordo de delação premiada, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa afirmou que o doleiro Alberto Youssef intermediou, em nome de Palocci, propina de 2 milhões de reais para a campanha de Dilma em 2010. Os valores, conforme o delator, deveriam ser retirados da propina de 2% cobrada pelo Partido Progressista (PP) em contratos com a Petrobras. (Laryssa Borges, de Brasília)