Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Padilha, o otimista

Por Da Redação 3 out 2014, 14h14

Nem mesmo os mais famosos autores de autoajuda poderiam imitar o otimismo do candidato petista ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha. Ignorando as pesquisas de intenção de voto que o mostram estagnado na terceira colocação – e indicam a reeleição de Geraldo Alckmin no primeiro turno -, o ex-ministro da Saúde afirmou nesta sexta-feira que tem certeza de que estará no segundo turno. “Vocês vão ver uma grande surpresa nessas eleições. Tenho certeza absoluta de que vai ter um voto de casamento entre Dilma e Padilha. E isso vai dar mais força para eu ir para o segundo turno”, disse antes de fazer uma carreata com a presidente pelas ruas do centro de São José dos Campos, interior paulista. Numa tentativa de turbinar sua candidatura na reta final das eleições, Padilha passou a associar mais sua imagem às da presidente Dilma e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que o acompanhou em eventos de campanha nesta semana. (Eduardo Gonçalves, de São José dos Campos)

Publicidade