Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Pacheco deve decidir nesta terça sobre a instalação da CPI do MEC

Presidente do Senado deve autorizar criação da CPI; oposição espera começar trabalhos em agosto enquanto governistas querem adiar para depois da eleição

Por Da Redação 4 jul 2022, 22h33

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), decide nesta terça-feira, 5, se autoriza a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar o suposto gabinete paralelo do Ministério da Educação.

Pacheco agendou uma reunião com líderes partidários para discutir a abertura da CPI às 9 horas da manhã. O parlamentar pretende ler o requerimento de instalação também nesta terça no plenário da Casa. Depois desse procedimento, senadores ainda podem adicionar ou retirar as assinaturas de apoio à investigação até meia-noite. O trabalho da CPI só começa efetivamente após a indicação dos membros pelos líderes partidários.

A oposição espera começar a apuração, com audiências, convocações e quebras de sigilo, em agosto, no mesmo mês de início da campanha eleitoral. Já os governistas querem adiar o funcionamento da comissão para depois das eleições, em uma tentativa de evitar desgastes ao Planalto.

A CPI busca investigar o esquema de distribuição de verbas e controle da agenda do Ministério da Educação. Os pastores Gilmar Santos e Arilton Moura intermediavam encontros do ex-ministro Milton Ribeiro com prefeitos, e cobravam propina em troca de liberação de recursos da educação para prefeituras. Os três foram presos pela Polícia Federal e liberados por decisão da Justiça.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)